buscar
´

Stonehenge espanhol ressurge após 60 anos

As pedras do Dólmen de Guadalperal são conhecidas como o Stonehenge espanhol, descoberta há 60 anos atrás, o monumento ressurgiu da água após um período de seca na Espanha.

Ciência
4 meses atrás
Stonehenge espanhol ressurge após 60 anos

A incrível estrutura

O Dólmen de Guadalperal foi descoberto como monumento neolítico em 1925 por um padre alemão, Hugo Obermaier, amador de arqueologia, a escultura é composta por cerca de 144 pedras, com algumas chegando a 2 metros, em forma oval que lembra o Stonehenge, localizado na Grã-Bretanha, e devem ter pelo menos 4 mil anos de idade. Algumas pedras contam com desenhos de gravuras de serpentes. O monumento fica localizado próximo à cidade de Peraleda de la Mata, província de Cáceres, no entanto apenas as pontas das pedras eram vistas, mas após as águas do reservatório espanhol Valdecañas baixarem com vários meses de uma seca intensa, foi possível ver a estrutura por inteiro.

O Dolmen parcialmente visível em 2012 (foto: Pleonr / Wkimiedia)
O Dolmen parcialmente visível em 2012 (foto: Pleonr / Wkimiedia)

O monumento é considerado como um megalítico, que significa um complexo de pedras que é lugar de culto. O megalítico foi em 1963 submergido quando se construiu o reservatório de Valdecañas que prometia o desenvolvimento económico da região castelhana, a meio percurso do Tejo em território espanhol. Por quase 60 anos o antigo círculo de pedras ficou escondido, em uma série de imagens fornecidas pelo Observatório Espacial da NASA, o reservatório pode ser visto em 24 de julho de 2013 e 25 de julho de 2019.

Menir esculpido existente no Dolmen de Guadalperal (foto: Pleonr / Wikimedia)
Menir esculpido existente no Dolmen de Guadalperal (foto: Pleonr / Wikimedia)

Como fica agora?

A redescoberta do Stonehenge espanhol levou munícipes a pedirem que seja preservado o complexo antes que a barragem encha de novo, pois a pedra é impermeável mas não o granito, material poroso, também presente na estrutura. Já existe até uma petição do Change.org para arrecadar fundos.

Um dos promotores da preservação do monumento, diz que agora é o momento de realocar a estrutura, já que o nível de água está extremamente baixo e o monumento está totalmente exposto. Ele argumenta que as pedras devem ser realocadas para algum lugar seguro, a fim de que sirvam tanto para pesquisas quanto para reforçar a indústria de turismo local, que recebe poucos visitantes.

Porém, remover e reinstalar todas as pedras exigiria muito trabalho, como documentar a posição, ângulo e profundidade de cada pedra, mas é uma tarefa certamente dentro do campo de possibilidade. Até mesmo, além de alguns interrupções já ocorreram, a maioria das pedras ainda está em sua posição original, o que permitirá uma reconstrução fiel do monumento.

*Com informações da Galileu e Atlas Obscura.

Há beleza e verdade unidas na física?
No campo da física a beleza é um critério adequado para escolher a teoria certa. O físico Murray Gell-Mann ganhador do Prêmio Nobel de Física, por introduzir quarks, um dos...
Entendendo melhor seu cérebro com 3 dicas
Um cérebro tem 100 bilhões de células nervosas, pequenos filamentos de protoplasma, interagindo, e dessa atividade manifesta-se todo o espectro de habilidades conhecida como...
Existe vida sintética?
Uma nova forma de projetar e sintetizar vida está surgindo, a biologia está passando a ser digitalizada, de um mundo análogo para o mundo digital do computador. O fato é,...
Oceano, um universo imenso e pouco explorado
A exploração espacial pela NASA é um programa muito bem conhecido por todo mundo, por ser bastante divulgado. Mas e a exploração oceânica? O que muita gente não sabe, é...
Você poderá pagar pela sua viagem à Marte com trabalho
Já faz um certo tempo que você deve ter ouvido a louca história de Elon Musk e seu projeto maluco de tornar Marte habitável para o ser humano, certo? O mesmo até criou sua...

O Fusne é um site para quem ama internet, nós somos especializados em testar apps e tudo mais que envolve tecnologia. O que você vai encontrar por aqui é escrito por humanos, que vivem fazendo compras online, assim como você, então entende as suas dificuldades e felicidades nessas horas. O material do Fusne é testado várias e várias vezes pela equipe...