buscar

Precisamos pensar sobre a limpeza dos oceanos

O plástico está em toda parte, nos botões da camisa, na capa do celular, na garrafa de plástico da água, assim como canudo, copos, garfos, talheres e até escova de dente e cotonete. Também são encontrados facilmente nas casas da população, como nos aparelhos de som e televisão, videogames entre outros. É interessante como o plástico tornou-se parte integrante da vida de todo mundo e como não podemos passar um único dia sem ele.

Ciência
2 meses atrás
Precisamos pensar sobre a limpeza dos oceanos

Ideia incrível

A poluição plástica no oceano é um enorme desafio que afeta 60% da vida marinha e mata mais de um milhão de aves e 100 mil animais marinhos anualmente. Uma única pessoa gera aproximadamente 66 toneladas de dívida plástica por ano, que vai aumentando cada vez mais.

 A poluição plástica no oceano é um enorme desafio que afeta 60% da vida marinha e mata mais de um milhão de aves e 100 mil animais marinhos anualmente
A poluição plástica no oceano é um enorme desafio que afeta 60% da vida marinha e mata mais de um milhão de aves e 100 mil animais marinhos anualmente

A dívida plástica é a quantidade de plástico não reciclado que nós, seres humanos, deixamos para trás neste planeta. De acordo com um estudo, para cada pessoa na Índia, há 6 toneladas de plástico não recicladas por ano, já para os americanos esses números são ainda mais impressionantes, cerca de 90 toneladas de plástico por pessoa que não é reciclado, anualmente.

A previsão é que em 2050, teremos tanto, ou talvez mais, plástico nos oceanos do que peixes. Sem falar que, no próprio peixe que comemos podem conter plástico, isso porque o plástico que descartamos e que acaba nos oceanos pode ter sido consumido pelo mesmo peixe que comemos, o que acaba sendo um ciclo vicioso.

Mas para o inventor de 12 anos, Haaziq Kazi, pode haver uma solução que ajudará a limpar os oceanos de nossos 5 trilhões de lixo plástico flutuante e a restaurar o habitat natural da vida marinha.

Haaziq acredita que ele pode criar uma plataforma por meio de sua invenção, ERVIS, um navio inteligente que aspira resíduos da superfície do oceano e o limpa. Ele quer que o ERVIS seja sustentável e melhore o problema de resíduos dos oceanos.

“A dimensão do problema me inspirou a fazer algo a respeito. Por isso, tive a ideia de uma invenção que poderia ajudar a tornar os oceanos mais limpos: um limpador de oceanos chamado ERVIS.” Disse Haaziq.

Haaziq acredita que ele pode criar uma plataforma por meio de sua invenção, ERVIS, o navio, para que pessoas com opiniões semelhantes colaborem e trabalhem de maneira inovadora para limpar os oceanos do lixo plástico flutuante
Haaziq acredita que ele pode criar uma plataforma por meio de sua invenção, ERVIS, o navio, para que pessoas com opiniões semelhantes colaborem e trabalhem de maneira inovadora para limpar os oceanos do lixo plástico flutuante

Em uma palestra ministrada por Haaziq Kazi, dada em um evento TEDx, que usa o formato de conferência TED, mas é organizado de forma independente por uma comunidade local, ele conta como teve a ideia de criar o navio ERVIS.

“Tudo começou há dois anos. Vi alguns documentários e uma palestra TED de Boyan Slat sobre como ele queria limpar os oceanos. Alguns dias depois, ao chegar em casa, vindo do meu jogo de futebol, minha mãe pediu que eu lavasse as mãos. Quando fui até a pia para tirar a sujeira, observei um redemoinho de água descendo pelo ralo, Tive uma ideia e sorri. Desenhei e criei um modelo aproximado: um navio circular com discos acoplados.” Contou o pequeno inovador.

Mas como era uma ideia nova, as hélices não eram automatizadas e só durou sete segundos na água antes de se desmontar. Depois disso Haaziq percebeu que um formato circular não era muito eficiente e teve que redesenhar seu navio com a ajuda de cientistas e engenheiros.

Como funciona o ERVIS

O navio é, basicamente, um grande barco movido a energia solar e gás natural renovável, com vários compartimentos e discos ao redor dele. Os discos flutuam na superfície, gravitam para criar um redemoinho que puxa os resíduos em direção ao centro, que são enviados através de um tubo para várias câmaras do navio. As câmaras incluem uma câmara de óleo, que coleta óleo residual. As próximas quatro câmaras são para resíduos grandes, médios, pequenos e microresíduos, respectivamente. É na verdade como se fosse um aspirador de pó gigante com muitos tubos de limpeza acoplados a muitos sacos de pó.

Haaziq Kazi é um inventor apaixonado de 12 anos que trabalha em um navio inovador chamado ERVIS, que ajudará a limpar os oceanos de seus 5 trilhões de lixo plástico flutuante e a restaurar o habitat natural da vida marinha
Haaziq Kazi é um inventor apaixonado de 12 anos que trabalha em um navio inovador chamado ERVIS, que ajudará a limpar os oceanos de seus 5 trilhões de lixo plástico flutuante e a restaurar o habitat natural da vida marinha

Quando os resíduos entram nas câmaras, ERVIS os analisa, separa e compacta, e bombeia a água filtrada de volta para os oceanos, tudo isso sem prejudicar a vida marinha no processo.

Dentro disso existem três conceito: primeiro, limpar os resíduos atuais que flutuam no oceano; segundo, analisar os dados dos resíduos que foram coletamos; e terceiro, deter os resíduos na origem, que são descartados pelos navios.
E por fim Haaziq Kaz conclui “ERVIS, o navio, é minha contribuição para tornar a Terra um lugar melhor. Espero que, de alguma forma, ele possa inspirar vocês a encontrarem suas ideias que possam trazer mudanças positivas para o mundo.”

*Com informações do TED.

Você poderá pagar pela sua viagem à Marte com trabalho
Já faz um certo tempo que você deve ter ouvido a louca história de Elon Musk e seu projeto maluco de tornar Marte habitável para o ser humano, certo? O mesmo até criou sua...
A linguagem secreta das árvores
Todos sabem que as árvores têm um papel mais que fundamental em nosso ecossistema, certo? Sem elas, a vida na terra seria extremamente mais complexa (para não dizer...
O que há no fundo do oceano
Os oceanos do mundo representam 70% de todo o nosso planeta e, desse percentual, 95% é inexplorado. Mas o explorador e investidor Victor Vescovo liderou a primeira expedição...
Stonehenge espanhol ressurge após 60 anos
O Dólmen de Guadalperal foi descoberto como monumento neolítico em 1925 por um padre alemão, Hugo Obermaier, amador de arqueologia, a escultura é composta por cerca de 144...
É assim que sua guitarra funciona
A guitarra é um instrumento musical derivado do violão. Essa palavra refere se a uma série de instrumentos de corda. Com toda certeza você já deve ter visto uma guitarra em...

O Fusne é um site para quem ama internet, nós somos especializados em testar apps e tudo mais que envolve tecnologia. O que você vai encontrar por aqui é escrito por humanos, que vivem fazendo compras online, assim como você, então entende as suas dificuldades e felicidades nessas horas. O material do Fusne é testado várias e várias vezes pela equipe...